O JORNAL IMPRESSO COMO INTERMEDIÁRIO ENTRE O FATO NOTICIOSO E A CANÇÃO POPULAR DURANTE O GOVERNO GETÚLIO VARGAS

Nilton de Aguiar Borges

Resumo


Este artigo pretende evidenciar o papel de intermediário que o jornal impresso representou, entre os agentes da notícia e a produção musical brasileira. O período compreende o governo de Getúlio Vargas; da chegada ao poder em 1930 até sua morte em 1954. A escolha do período deve-se a intensa turbulência entre revoluções, golpes e contragolpes, além de uma guerra
mundial que abalou a estrutura política do mundo e do Brasil. Tais acontecimentos geraram farto noticiário exposto nas primeiras páginas, mostrando a posição dos jornais; ora combatendo, ora aprovando o momento político. O fato jornalístico pautou o jornal, e o jornal inspirou artistas e
compositores. Esses últimos criaram músicas que se perpetuam por gerações. Assim, prolongase através dos tempos o acontecimento jornalístico em forma de canção. A estrutura do trabalho consiste primeiramente em contextualizar o acontecimento histórico, em seguida o tratamento jornalístico do fato, e finalmente a canção nascida do noticiário.


Texto completo:

PDF

Referências


ALBIN. Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Disponível em http://

dicionariompb.com.br/. [consultado a 30 de outubro de 2017].

AES Sul Distribuidora de Energia S.A.- Projeto Getúlio Vive. Disponível em: http://

historiavivaaessul.com.br/blog/sabia-dessa/retrato-velho/. [consultado a 14d e novembro de

AZEVEDO, Miguel Ângelo de (2010). A História Cantada do Brasil em 78 Rotações. Edições UFC

– Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2010. Disponível em https://www.institutodoceara.

org.br/revista/Rev-apresentacao/RevPorAno/2014/11_AhistoriacantadadoBrasil.pdf

BLOG DA BIBLIOTECA NACIONAL. Disponível em: https://blogdabn.wordpress.com/tag/

carlos-lacerda/. [consultado a 15de novembro de 2017]

BLOG DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UCS. Sobre a Última Hora. Disponível em:

https://bibliotecaucs.wordpress.com/2011/06/02/jornal-ultima-hora-acervo-online-de-fotos/.

[consultado a 16 de novembro de 2017].

BRASIL, Bruno. Correio da Manhã. Biblioteca Nacional Digital Brasil, 2014. Disponível em:

https://bndigital.bn.gov.br/artigos/correio-da-manha/. [consultado a 24 de outubro de 2107].

_____________. Diário de Notícias do Rio de Janeiro. Biblioteca Nacional Digital Brasil,

Disponível em: http://bndigital.bn.gov.br/artigos/diario-de-noticias-rio-de-janeiro-1930.

[consultado a 25 de outubro de 2107]

CARONE, Edgard (1982) . A República Nova – corpo e alma do Brasil. São Paulo: Editora.

Difel.

COHN, Amélia; HIRANO, Sadi. A Gazeta. Centro de Pesquisa e Documentação de História

Contemporânea do Brasil CPDOC – FGV. Disponível em: http://cpdoc.fgv.br/sites/default/

files/verbetes/primeira-republica/GAZETA,%20A.pdf. [consultado a 4 de novembro de 2017].

EBC – Empresa Brasil de Comunicação. Rádio Nacional 80 anos. Disponível em http://www.

ebc.com.br/especiais/radionacional80anos. [consultado a 06 de novembro de 2017]

FARIA, Antonio Augusto(1986); BARROS, Edgard Luiz de. Getúlio Vargas e sua época. São

Paulo: Editora Global.

FNB. Documentos literários: Nelson Werneck Sodré escreve sobre a Era Vargas. Blog da

Biblioteca Nacional, 2017. Disponível em: https://blogdabn.wordpress.com/tag/getuliovargas/.

[consultado a 3 de outubro de 2017].

GOULART, Silvana (1990). Sob a verdade oficial: ideologia, propaganda e censura no Estado

Novo. São Paulo: Editora. Marco Zero, MCT/CNPq.

O JORNAL IMPRESSO COMO INTERMEDIÁRIO ENTRE O FATO NOTICIOSO E A

CANÇÃO POPULAR DURANTE O GOVERNO GETÚLIO VARGAS

| COMUNICAÇÃO - REFLEXÕES, EXPERIÊNCIAS, ENSINO |Curitiba | v. 14| n.1|p. 045-062| 1° Semestre 2018

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Estatísticas do Século XX, 2017.

Disponível em: https://seculoxx.ibge.gov.br/populacionais-sociais-politicas-e-culturais/buscapor-

temas/cultura. [consultado a 3 de novembro de 2017].

LAPICIRELLA, Roberto (1996). Antologia musical Brasileira- as marchinhas de carnaval. São

Paulo: Musa Editora.

LIMA, Valentina da Rocha (1986). Getúlio: uma história oral. São Paulo: Editora Record.

MENDES, Oswaldo (1986). Getúlio. São Paulo: Ed. Moderna.

NETO, Lira (2012). Getúlio – 1882-1930. Dos anos de formação à conquista do poder. São

Paulo: Companhia das Letras.

___________. (2013). Getúlio – 1930-1945. Do governo provisório à ditadura do Estado.

Novo. São Paulo, ed. Companhia das letras.

___________. (2014). Getúlio – 1930-1945. Da volta pela consagração popular ao suicídio.

São Paulo, ed. Companhia das letras.

Novo Milênio. Revolução de 1932. Novo Milênio Especial, 2013. Disponível em: http://www.

novomilenio.inf.br/festas/1932sp39.htm. [consultado a 07 de novembro de 2017].

RIBEIRO, Darcy (1986). Aos trancos e barrancos: como o Brasil deu no que deu. Rio de

Janeiro: Editora Guanabara dois.

RÍMOLI, Cosme. Chupa Corinthians! R7, 2013. Disponível em: http://esportes.r7.com/blogs/

cosme-rimoli/o-jornalismo-esportivo-impresso-agoniza-no-brasil-isso-explica-a-manchetedo-

lance-carioca-chupa-corinthians-nao-e-ofensa-e-um-grito-de-dor-de-desespero-de-falta-derumo-

de-medo-do-fim-28012013/. [consultado a 4 de novembro de 2017]


Apontamentos

  • Não há apontamentos.