A LINGUAGEM DAS EMBALAGENS: UM ESTUDO SOBRE O SIMBOLISMO SEXUAL

Caroline Marangoni, João Jukoski Junior, Julia Bohatch Batista, Leonardo Ferrari

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo estudar a representação do símbolo sexual nas embalagens de cosmético da marca Bed Head, e como esta representação pode ser analisada como uma estratégia de marketing que fundamenta-se na satisfação dos desejos do inconsciente feminino. Para tanto, procurou-se estudar teorias freudianas (1900) e lacanianas (1990) sobre sonhos e desejos, em conjunto com obras de designers de embalagem como Bill Stewart (2010), para compreender como é construída a relação da embalagem com a venda da marca e o inconsciente do consumidor. Observou-se a importância da compreensão da mentalidade do público-alvo para o sucesso de uma empresa no mercado, e reforçou-se quais dispositivos diferenciadores a marca em estudo adotou para destacar-se em meio aos concorrentes.


Palavras-chave: embalagem, simbolismo sexual, Bed Head, inconsciente.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.